CAIXA contrata três milhões de toneladas em certificações de crédito de carbono
publicado em 24/07/2014

Como resultado de acordo firmado entre a Caixa Econômica Federal e Banco Mundial, para a redução da emissão de gases do efeito estufa, o banco já financiou cerca de três milhões de toneladas de Reduções Certificadas de Emissões (RCEs) em projetos de aterro sanitário, no período de dezembro de 2009 a julho de 2014. O acordo é executado por meio do Programa de Atividades de Mecanismo de Desenvolvimento Limpo voltado à implementação de atividades em aterros sanitários, o PoACAIXA,  único programa dessa modalidade no Brasil. Os RCEs são os certificados que comprovam a redução de emissões.

A CAIXA participa do mercado de carbono com linhas de crédito para o financiamento de empreendimentos de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU), os aterros sanitários. Três projetos de aterro sanitário já firmaram acordo com a CAIXA para a comercialização do crédito de carbono. Um dos principais é o desenvolvido pela empresa responsável pela Central de Tratamento de Resíduos (CTR) Santa Rosa,  em Seropédica, município do Rio de Janeiro. Ele permitirá a empresa que desenvolve o aterro acesso à linha de financiamento. Em contrapartida, a empresa entregará para  a CAIXA os RCEs, e, com isso, poderá conseguir a redução das taxas para o financiamento.

Essas linhas de crédito da CAIXA são voltados para empresas públicas e privadas, sob forma de Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL), de acordo com o Protocolo de Quioto. Criado para auxiliar países na redução de gases do efeito estufa ou de captura de carbono, o MDL é um mecanismo que possibilita as Reduções Certificadas de Emissões (RCEs) possam ser comercializadas mundialmente.

Fim dos lixões

A implantação de aterros sanitários porá fim aos “lixões” existentes nas periferias das grandes cidades. Pela lei que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (12.305/10), os municípios brasileiros têm até o mês de agosto para abolir os seus lixões e construir aterros sanitários.

Para incentivar a erradicação dos lixões, a CAIXA possui o Programa Saneamento para Todos que possibilita o financiamento de projetos de aterro sanitários com recursos do FGTS.  O programa possibilita o financiamento de itens como, terreno, unidades de triagem, reciclagem e compostagem.

 

Fonte: Caixa.gov.br.

 

Equipe de Comunicação ABES-DF

 

Manuela Lopes
manuela@capitalcomunicacao.com.br
 

Rebeka Cavalcanti
ascom-abesdf@capitalcomunicacao.com.br

rebekacavalcanti@gmail.com

 

Diego Lerte

diegolaerte@gmail.com

 

Thiago Ypiranga

 

thiagoypiranga@gmail.com

(61) 3703-4610
Endereço:
SEPN 506, Bloco D - Ed. Sagitarius Sala 124 CEP: 70740-504 Brasília
Desenvolvido por Nova Mídia Brasília