Seis estádios da Copa do Mundo recebem certificação LEED de sustentabilidade
publicado em 18/06/2014

O Green Building Council (USGBC), que certifica construções sustentáveis, concedeu a seis estádios que participam da Copa do Mundo de 2014 a certificação Leadership in Energy and Environmental Design (LEED) por fazerem uso de recursos sustentáveis durante a construção e manutenção das arenas.

Com as certificações, o Brasil fica entre os cinco países do mundo com maior número de projetos com certificação LEED, abrangendo mais de 3 milhões de m² brutos de espaço certificado.

Receberam certificados as arenas Pernambuco, em São Lourenço da Mata, Fonte Nova, em Salvador, Maracanã, no Rio de Janeiro, Castelão, em Fortaleza, Mineirão, em Belo Horizonte, e Arena da Amazônia, em Manaus. Vale lembrar que, mesmo fora da Copa, recentemente a Arena do Grêmio, em Porto Alegre, também foi contemplada com o selo.

Os estádios tiveram incorporados diversos recursos ecológicos que contribuíram para o recebimento da certificação, tais como redução no consumo de água, reutilização de água da chuva, redução no consumo de energia, uso de materiais reciclados, compra de materiais e equipamentos de fornecedores locais e diminuição de resíduos de construção.

Leia mais:
Arena da Amazônia: estrutura metálica única e painéis de membrana compõem fachada e cobertura do estádio, cujo design lembra um cesto de palha indígena
Arena Fonte Nova: nova arena relembra antiga estrutura, mas ganha terceiro anel de arquibancadas. Construção reaproveitou 100% dos resíduos da demolição do antigo estádio
Arena Pernambuco: fachada revestida de material polímero e cobertura com estrutura espacial em aço definem geometria global da construção
Estádio do Maracanã: palco da final da Copa conta com cobertura tensionada e sistema de amortecimento das arquibancadas construído com rejeitos de demolição do próprio estádio
Estádio do Mineirão: reforma encurtou em 10 m a distância entre torcedores e campo, garantiu cobertura a todos os assentos e criou esplanada para 65 mil pessoas
Estádio do Castelão: arena tem cobertura metálica e estrutura que integra sistemas estruturais em aço indicados para coberturas especiais com grandes vãos

 

Fonte: Infraestrutura Urbana.

 

Equipe de Comunicação ABES-DF

 

Manuela Lopes
manuela@capitalcomunicacao.com.br
 

Rebeka Cavalcanti
ascom-abesdf@capitalcomunicacao.com.br

rebekacavalcanti@gmail.com

 

Diego Lerte

diegolaerte@gmail.com

 

Thiago Ypiranga

 thiagoypiranga@gmail.com

(61) 3703-4610
Endereço:
SEPN 506, Bloco D - Ed. Sagitarius Sala 124 CEP: 70740-504 Brasília
Desenvolvido por Nova Mídia Brasília